terça-feira, 11 de novembro de 2008

Redescobrindo a relação

Nada com um banho e um post para tirar o azedo de um dia passado na fila do Banco do Brasil pra abrir uma maldita conta! E esse foi só um dos desafios que virão nesta nova vida de assalariada.


É pra comemorar - e muito - conseguir um emprego em uma multi-nacional em plena época de crise mundial. E, ainda por cima, de meio período - o que vai me permitir continuar com todas as atividades musicais. Carteira assinada, benefícios, chance de crescimento... não tenho do que reclamar.


É impressionante como minha relação com a música mudou desde que fui efetivada nesse trabalho! Numa analogia "psicanalítica", é como se algo incendiasse novamente um casamento que tinha caído na rotina: muita obrigação, muita discussão e pouco tesão... e, de repente, me pego tocando violão e baixo, cantando, tirando músicas pelo puro prazer de tocar, não pela obrigação de ter estudar isso ou aquilo.


Voltei a tocar músicas que eu realmente gosto, não apenas as que eu preciso estudar para apresentar. Estou me sentindo na adolescência de novo, quando a primeira coisa que fazia quando chegava em casa era pegar o violão - isso quando não levava o violão pra escola e matava aula pra compor. Voltei a pensar em um show especial para lançar as músicas do "Cinco minutos de fama" (aliás, várias delas compostas nessas "cabuladas" de aula). Tirei dos ombros da música o peso de ser um ganha-pão para coroá-la com a condição exclusiva de "pura expressão da minha alma".



Com 14 anos. Tenho essa guitarra, essa camiseta e o violão à direita até hoje.


Acredito que também voltarei a compor com mais freqüência - pois terei uma toda uma realidade nova para explorar. Muitas pessoas novas pra conhecer (e cada pessoa é um universo). Novos conhecimentos, novos desafios, novas preocupações. Adoro isso.


Sou desde já grata à minha carteira de trabalho assinada. Não apenas pela graninha fixa no fim do mês, mas, principalmente, por salvar meu casamento com a música, que andava tão chocho!


E que comece o treinamento!

Um comentário:

Martin disse...

he's the one. who likes all our pretty songs!
♪♫♪♫